Segundo advogado, Gil Greco Rugai vai se entregar à polícia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de abril de 2004 as 02:52, por: cdb

Gil Greco Rugai, principal suspeito do assassinato do pai e da madrasta, deve se apresentar à polícia, segundo um dos advogados contratados pela família, Fernando José da Costa. O rapaz está com prisão provisória preventiva decretada desde sexta-feira.

– Ele tem que se apresentar à Justiça. Não há uma decretação de prisão? Então, que ele se apresente à Justiça. Ele vai cumprir a ordem judicial, sim – disse o advogado.

Na última segunda-feira, prestaram depoimento duas funcionárias da produtora de comerciais onde o casal Luiz Carlos Rugai e Alessandra Troitiño foi assassinado.

A polícia descobriu que dois homens participaram do crime. Eles entraram pelo corredor lateral e mataram Alessandra na cozinha. Um tiro foi disparado de frente, outros três nas costas, quando provavelmente Alessandra já estava no chão.

Depois, os assassinos arrombaram a porta da sala de TV onde Luiz Carlos estava escondido. Ele morreu no corredor, executado, com três tiros na nuca.

Uma testemunha que já foi ouvida pela polícia disse que viu duas pessoas trancando a porta e fugindo pelos fundos da casa, logo depois do crime. E reconheceu um dos homens como Gil Greco Rugai. A situação do filho mais do velho do empresário se complica a cada dia.

Na busca feita há dias, no quarto de Gil, a polícia encontrou munição e a nota fiscal da compra de um estojo para uma pistola 380. Uma arma do mesmo calibre foi usada no crime.