Segunda edição do “Educar para Viver” envolve alunos da rede municipal

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 09:07, por: cdb

Foi lançado, no fim da manhã de terça-feira (27), o projeto “Educar para Viver II”. A programação, iniciada no ano letivo de 2011 nas escolas municipais da Serra, será ampliada, neste ano, para unidades municipais da área central. O objetivo do projeto é levar para as escolas da rede municipal debates sobre temas transversais voltados para qualidade de vida e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis como o vírus HIV.

A novidade é que, a partir do mês de abril, a coordenação do projeto desenvolva 36 oficinas para os estudantes das unidades municipais. O cronograma com datas dos encontros será definido entre a organização do projeto e os dirigentes das escolas participantes. No ano de 2011, o projeto só foi direcionado a profissionais da Educação.

O projeto é desenvolvido através de parceria entre o Grupo Pela Vida – RJ, o Movimento de Macaé da Diversidade Social (ONG MDS), a empresa IESA Óleo & Gás e Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria de Educação.

Durante o “ Educar para Viver”, serão realizadas palestras que vão abordar informações do tema DST/Aids, debates e mesas redonda de reflexão e avaliação, além da exibição de vídeos e peças teatrais com situações e informações sobre o HIV/Aids em casa, na escola e na comunidade.

Na programação também serão distribuídos preservativos e materiais educativos. O “Educar para Viver” foi realizado, em 2011, nas escolas municipais Raul Veiga e Pedro Adami, situadas em Glicério, Carolina Curvello Benjamin, no Trapiche, e Augusto Borges.