Secretaria da Cultura investe na Caminhada do Calvário como parte do calendário turístico da cidade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de março de 2012 as 16:12, por: cdb

Ribeirão Preto, 02 de Março de 2012

Secretaria da Cultura investe na Caminhada do Calvário como parte do calendário turístico da cidade
Realizado na Sexta-Feira Santa, evento popular reúne seguidores há 30 anos em Ribeirão Preto para encenação pública da Paixão de Cristo

 

Foto MateusZF

Cultura e Arquidiocese de Ribeirão Preto promovem a tradicional Caminhada do Calvário: tradição e fé

 
Integrante do calendário turístico de Ribeirão Preto, a Caminhada do Calvário marca o maior evento cultural religioso da cidade. Na manhã desta quinta-feira, dia 1º, os produtores culturais Osmani Antônio de Oliveira e João Zanon Batista, estiveram no Palácio do Rio Branco para comunicar oficialmente a prefeita de Ribeirão, Dárcy Vera, de que o evento acontecerá no dia 6 de abril.

Realizada pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, que investiu R$ 60 mil e também contando com a parceria da Arquidiocese de Ribeirão Preto, a encenação pública representa não só a via-crúcis, mas aborda também problemas atuais, como a miséria, fome, guerra, desigualdades, violência, ódio, terrorismo e injustiças.

A Caminhada do Calvário terá início com concentração, a partir das 16h30 na Esplanada do Theatro Pedro II, e terminará no Morro do São Bento. No local será montado um palco especialmente para o evento, onde será realizada a encenação da crucificação de Cristo.

Cerca de 300 atores e figurantes realizam ensaios há dois meses, na Secretaria da Cultura. A expectativa é atrair cerca de 30 mil pessoas para a 30ª edição do espetáculo.

Via Crúcis – Do latim Via Crucis, caminho da cruz, é o trajeto seguido por Jesus Cristo carregando a cruz até o Calvário. O exercício da Via Sacra consiste em que os fieis percorram a caminhada de Jesus a carregar a Cruz desde o Pretório de Pilatos até o Monte Calvário, meditando simultaneamente à Paixão de Cristo. Tal exercício, muito usual no tempo da Quaresma, teve origem na época das Cruzadas, no século XI, onde os fieis que então percorriam na Terra Santa os lugares sagrados da Paixão de Cristo, quiseram reproduzir no Ocidente a peregrinação feita ao longo da Via Dolorosa em Jerusalém.