Sebrae oferece cursos para mulheres em presídios de Sergipe

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 1 de junho de 2003 as 12:05, por: cdb

Oferecer cursos de aperfeiçoamento para fuxico, tapeçaria, crochê e pintura em tecido para as mulheres que estão cumprindo pena em presídios de Sergipe, gerando novas alternativas profissionais e econômicas quando elas retornarem ao convívio social, através da inserção das peças artesanais no mercado.

Esse é o principal objetivo do convênio assinado entre o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Secretaria da Justiça e Cidadania.

– Outro ponto positivo nessa parceria é que depois de serem capacitadas, elas poderão produzir peças artesanais e reduzir suas penas com os dias que estiverem trabalhando – explicou o superintendente do Sebrae em Sergipe, Zezinho Guimarães.

A prmeira turma capacitada terminou o curso na última sexta-feira. Esse primeiro treinamento é sobre aperfeiçoamento em tapeçaria e 27 pessoas estão participando. As aulas são ministradas na própria penitenciária.

Os cursos são de quarenta horas. Já o curso de aperfeiçoamento para o crochê é de 80 horas. Esses treinamentos estão sendo ministrados pelos consultores do Sebrae de Sergipe.