Seagri realiza 2ª Conferência de Desenvolvimento Rural Sustentável

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de março de 2012 as 14:03, por: cdb

26/03/2012 – 16:45Seagri realiza 2ª Conferência de Desenvolvimento Rural Sustentável

Prestigiada pelo prefeito Maurino Magalhães, por deputados federais, secretários municipais e assessores, foi realizada nesta segunda-feira, 26, a 2ª Conferência Municipal do Desenvolvimento Rural Sustentável com o objetivo de discutir as diretrizes da agricultura familiar e eleger uma nova diretoria para o Conselho Municipal de Agricultura.
 

Diversas personalidades fizeram uso da palavra na abertura do evento, tanto as que compunham a mesa quanto fora dela, para somar informações a serem discutidas no decorrer do evento, bem como agradecer pela oportunidade de poder discutir e ajudar na construção de temas relevantes à produção de alimentos.
 

O deputado federal Lira Maia (DEM) discorreu sobre os questionamentos envolvendo o Código Florestal, ora em discussão na Câmara Federal e que vai delinear o uso do solo para fins agropecuários, mantendo reservas ambientais legais necessárias à sobrevivência de rios, lagos e córregos, também essenciais para o homem e toda a fauna silvestre.
 

Zequinha Marinho, também deputado federal (PSC), se diz surpreso com a quantidade de terra agricultável de Marabá, enquanto sede da maior Superintendência do Incra tanto em termos de assentamentos quanto de assentados, e o município viver a importar alimentos, como tomate e pimentão, do Estado de Goiás.
 

Rubens Sampaio, representante da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), falou acerca de recente aprovação, no Conselho Nacional do Meio Ambiente, do Zoneamento Ecológico Econômico da Calha Norte e Leste do Pará que, depois transformado em projeto de lei na Casa Civil, vai para sansão presidencial. Esse projeto somará em muitos itens com Código Florestal.
 

Vereadores como Irismar Sampaio, Alécio da Palmiteira e Leodato Marques, também se referiram às necessidades de preservação do meio ambiente e maior empenho na construção de vicinais, pontes e assistência técnica para melhorar e escoar a produção agrícola de Marabá.
 

Por sua vez, o secretário municipal de Agricultura, Claudio Almeida, disse que o desafio está lançado e para resolver os questionamentos ele carece de parcerias. “Recebi uma equipe boa, disposta a trabalhar, mas as parcerias são bem-vindas”, citando que o Banco do Brasil o procurou recentemente para impulsionar a produção de hortifrútis, mas ele também carece de apoios além do financeiro, como a instrução do Sebrae, Emater e outras instituições.
 

O prefeito Maurino Magalhães agradeceu em especial a presença dos deputados federais e fez questão de lembrar que até Lira Maia, da região de Santarém, contribuiu com recurso para Marabá em seu governo. Naquele momento, Zequinha Marinho lhe apresentou mais uma emenda parlamentar, no valor de R$ 400 mil, para aquisição de equipamentos para a agricultura. Mas lamentou a praticamente inexistência de recurso do Estado no município, à exceção de uma emenda de autoria do deputado João Salame, no valor R$ 100 mil.
 

Maurino disse que já aplicou cerca de R$ 17 milhões, nos três anos de sua administração, em mais de 600 quilômetros de estradas rurais, entre conservação e abertura de novas vias. Que no início, foi necessário planejar o que fazer; agora, o desafio é executar o que está planejado. Por isso, todo recurso é bem-vindo. Ele promete, em cada obra executada, colocar o nome do parlamentar que originou o recurso.
 

O prefeito também lamentou o atraso das obras que pretende realizar, diante da crise financeira que fechou a maioria das guseiras de Marabá, resultando em perda de R$ 2 milhões/mês dos cofres municipais, dentre outros agravantes como os grandes projetos que não saem do papel e que provocam inchaço populacional.
 

A banda musical do Cine Marrocos prestigiou a abertura da Conferência com execução do Hino Nacional. O grupo, mantido com apoio da Prefeitura de Marabá, existe há cerca de 10 anos, e conta hoje com mais 100 alunos, sendo que parte deles apresentou-se nesse evento.

Público considerável prestigiou a 2ª Conferência de Desenvolvimento Rural Sustentável

Secretário Cláudio Almeida: ” A agricultura familiar precisa de outras parcerias

Prefeito Maurino Magalhães: “Já planejamos, agora vamos executar. Todo recurso será bem vindo.”