Schwarzenegger acompanhará casos de assédio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de novembro de 2003 as 19:25, por: cdb

O governador eleito da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, contratou um detetive particular para investigar as denúncias apresentadas por um grupo de mulheres durante a campanha eleitoral que acusaram o ator de assédio sexual.

O ex-astro de Hollywood contratará os serviços de um detetive seguindo os conselhos do procurador-geral da Califórnia, Bill Lockyer, que ontem disse que o ator deve enfrentar uma investigação independente que esclareça o que realmente aconteceu com as mulheres que o acusam de ter tocado no corpo delas.

O porta-voz do governador eleito, Rob Stutzman, não quis revelar o nome da empresa de investigadores, e disse que ainda não determinaram o alcance desta investigação. Cinco dias antes da realização das eleições para o governo da Califórnia, em 7 de outubro, o jornal Los Angeles Times publicou as declarações de seis mulheres que disseram ter sido “tocadas” pelo ator.

Dias depois, outras dez mulheres fizeram novas denúncias de assédio contra o astro de Hollywood. “Estas acusações não vão desaparecer até que não se submeta a uma investigação independente que determine se há ou não responsabilidades criminais”, disse Lockyer, do Partido Democrata.

O procurador-geral da Califórnia não quis comentar sobre o ator, mas disse que achou que Schwarzenegger estava muito preocupado. No entanto, o procurador acrescentou que até que não seja realizada uma investigação, haverá uma “mancha” na reputação do governador eleito e sua administração.