Schumacher aposta na McLaren como principal rival

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 15 de janeiro de 2005 as 14:58, por: cdb

O heptacampeão Michael Schumacher disse neste sábado, em Madonna di Campiglio, na Itália, onde a Ferrari realiza sua tradicional confraternização de início de temporada, que a McLaren será a principal adversária da equipe italiana na temporada de 2005 da Fórmula 1.

Schumacher afirmou ainda que não espera um campeonato tão fácil como o do ano passado, quando venceu 13 das 18 etapas. Para 2005, a McLaren manteve o finlandês Kimi Raikkonen e contratou o colombiano Juan Pablo Montoya (ex-Williams) como substituto do escocês David Coulthard, que acertou com a Red Bull.

– Espero a McLaren e a Mercedes fortes desde o início e até o fim do ano. Será um campeonato mais apertado porque iniciaremos a temporada com o carro antigo – disse Schumacher.

Assim como o heptacampeão, o diretor esportivo da Ferrari, Jean Todt, adotou um discurso cauteloso acerca das chances de a equipe ser campeã mundial de Fórmula 1 mais uma vez.

Desde 1999, a Ferrari conquistou todos os títulos mundiais de construtores e, desde 2000, todos os de pilotos, com Schumacher. No ano passado, o time foi tão superior que venceu 15 das 18 corridas do Mundial.

– Eu sou sempre, vamos dizer, prudente. Sei que nunca devemos subestimar um adversário, especialmente os que são tão fortes quanto nós. Quem pode dizer o que a Bridgestone ou a concorrência farão este ano? Existem muitos elementos como esse que não são 100% controlados por nós – disse Todt.