Sávio volta ao Brasil no segundo semestre

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 19 de abril de 2006 as 11:58, por: cdb

O meio-campo Sávio, do Zaragoza, anunciou nesta quarta-feira que chegou a um acordo com a equipe espanhola para voltar ao Brasil no final desta temporada (segundo semestre de 2006), apesar de seu contrato terminar em 2007.

– Eu quero e tenho que voltar ao Brasil – disse o jogador, que foi afetado profundamente com a morte do pai no mês passado.

Foi a partir desse acontecimento que o jogador começou a pensar na possibilidade de voltar ao país para ficar perto da mãe e dos irmãos.

– Pensava nisso há algum tempo, embora tenha sido uma decisão complicada, mas era a hora de voltar por causa dos problemas pessoais que todos sabemos – disse o brasileiro.

Sobre seu futuro, Sávio disse que não decidiu nada ainda porque não falou com “ninguém”, e que, se algum clube quiser conversar, ele analisará a proposta.

O jogador falou sobre o suposto interesse do Flamengo, afirmando que passou a metade da vida no clube e que gostaria de voltar, mas não tem nada assinado com ninguém.

Sávio qualificou a relação que teve com o Zaragoza durante as três temporadas que jogou no clube como “muito boa”, e agradeceu por não ter tido nenhum problema quanto sua saída.
O jogador disse que, se não fosse a morte de seu pai, provavelmente cumpriria o ano de contrato restante.

– Sempre tive uma relação muito boa tanto com o clube como com meus companheiros, mas a decisão de voltar foi para estar mais próximo da minha família e de minha mãe. Acho que eles precisam de mim e tenho que voltar- ressaltou Sávio.

Sávio, que nasceu em Vila Velha, no Espírito Santo, negou ter uma relação ruim com seu treinador, Víctor Muñoz.

– Não tenho uma relação de amizade, mas não tive nenhum problema com ele. Tinha a relação normal de um treinador com um jogador e nada mais – finalizou o brasileiro.