Saúde vai realizar campanha contra câncer de colo de útero

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 12:23, por: cdb

Uma doença que pode ser facilmente diagnosticada, por meio de exame preventivo (papanicolau), causa mesmo assim 5 mil mortes no país por ano. É o câncer de colo do útero, segundo tumor mais frequente na população feminina – atrás apenas do câncer de mama.

Para mostrar a importância da prevenção e fazer a detecção precoce de novos casos, a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) promoverá nos dias 14, 15 e 16 de março campanha de rastreamento da doença nas UBS (unidades básicas de saúde) e USF (unidades de saúde da família).

Nestes três dias, as mulheres que iniciaram a vida sexual, especialmente as que têm entre 25 e 65 anos, podem procurar as unidades, onde será feita coleta de material para exame em laboratório. A ação envolverá profissionais da prefeitura e estudantes das escolas técnicas de enfermagem Marquês de Olinda, Eacon, Di Solimeni e Skin Line.

Como participar
Para realizar o exame, a mulher não pode ter tido relação sexual (mesmo com preservativo), feito ultrassom transvaginal, ducha vaginal ou aplicado medicação local (cremes ou pomadas) nas 48 horas anteriores. Não pode também estar no período menstrual. De acordo com a médica ginecologista/obstetra Vera Aparecido Andrade, coordenadora de Saúde da Mulher, da SMS), estes fatores podem alterar o diagnóstico.

“O câncer de colo do útero é uma doença de aparecimento silencioso e lento. Por isso, por isso é importante a detecção precoce das lesões precursoras ou do câncer, porque a cura pode chegar a 100%”, explica Vera Andrade.

Segundo a médica, mesmo que o exame preventivo não acuse alterações, deve ser repetido anualmente. Para não esquecê-lo, ela sugere que a paciente o realize sempre no mês de seu aniversário. Entre os fatores de risco estão sexo desprotegido (sem uso de camisinha), tabagismo, início precoce da atividade sexual, múltiplos parceiros e não fazer o exame de rotina.

Tendas
No início de março, haverá atividades de orientação e entrega de panfletos educativos. No dia 6, das 9h às 12h, será montada uma tenda na Praça Guadalajara (Morro da Nova Cintra) e outra na Praça Prof. José Oliveira Lopes (Rádio Clube).

E ainda: dia 7, no mesmo horário, na Praça Nossa Senhora Aparecida (Aparecida), e no dia 8 (Dia Internacional da Mulher), das 11h às 14h, na Praça Mauá (Centro Histórico).