SAS promove palestra para mulheres nos Cras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de março de 2012 as 05:31, por: cdb

EventosSexta-Feira 09 de Março de 2012

SAS promove palestra para mulheres nos Cras

Temática abordará direitos, responsabilidades e informação sobre formas de quebrar barreiras para o fim da violência

A Coordenadoria da Mulher/SAS (Secretaria Municipal de Políticas e Ações Sociais e Cidadania) promove nos Centros Referência em Assistência Social (Cras), apalestra “Quebrando Barreiras, pelo fim da violência” que será proferida pela titular da coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher, Alelis Izabel de Oliveira Gomes. O evento, com entrada gratuita, acontece dos dias 1º a 30 de março em dezesseis dos 19 Cras, abrangendo diversas regiões da cidade.

A Sas (Secretaria Municipal de Políticas e Ações Sociais e Cidadania) promove nos Centros Referência em Assistência Social (Cras), a palestra “Quebrando Barreiras, pelo fim da violência” que será proferida pela titular da coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher, Alelis Izabel de Oliveira Gomes. O evento, com entrada gratuita, acontece dos dias 1º a 14 de março em nove dos 19 Cras, abrangendo diversas regiões da cidade.

A secretaria da Sas, Nilva Santos, ressalta que no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a Sas irá realizar, a partir das 18 horas, uma ação especial na Orla Morena, em parceria com o CMDM (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher). A intenção é chamar a atenção da população para os direitos da mulher e os dispositivos em Lei para protegê-la. Cada segmento que pertence ao Conselho vai levar material de divulgação sobre sua área de atuação e distribuir ao público presente ao local.

Informação
Segundo a coordenadora Alelis Izabel, a informação é um item importante no processo pelo fim da violência, quebrando barreiras e contribuindo para que a mulher faça valer seus direitos. A Lei 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha está entre os temasa serem abordados pela coordenadora. A Lei entrou em vigor em setembro de 2006 e entre as principais mudanças promovidas está o aumento no rigor das punições das agressões contra a mulher quando ocorridas no âmbito doméstico ou familiar.

A Lei que alterou o Código Penal Brasileiro possibilita que agressores das mulheres sejam presos em flagrante ou tenham sua prisão preventiva decretada. A legislação também aumenta o tempo máximo de detenção previsto de um para três anos e prevê medidas que vão desde a saída do agressor do domicílio e a proibição de sua aproximação da mulher agredida de forma física ou psicológica.

Expectativa
Para a coordenadora do Cras Novos Estados Hercules Mandetta, Rosalira Figueiredo a palestra vai ser muito importante para as mulheres conhecerem melhor seus direitos, a rede de apoio constituída para ampará-la e saber que não estão sozinhas em caso de agressão familiar. O Cras atende um número expressivo de mulheres em diversos projetos, entre eles o da inclusão produtiva, o pró-jovem adolescente, da mãe gestante e o da terceira idade. “Mais de 90% do público atendido são mulheres e grande parte é provedora do lar ou contribui com mais de 80% da renda familiar”, destaca Rosalira.

No Cras Los Angeles, o coordenador Messias Benites da Silva espera um público atento e cheio de perguntas. “As mulheres embora conheçam seus direitos, ainda têm dúvidas sobre diversas questões e a palestra vai ser muito importante para ajudá-las”, disse Messias. Segundo Messias é cada vez mais evidente o empoderamento da mulher e a prova disso é o interesse dela em se preparar para estar no mercado de trabalho. Segundo ele, no projeto inclusão produtiva, por exemplo, a participação da mulher é significativa. Nos cursos promovidos, as turmas são formadas por praticamente 100% de mulheres.

Conheça os Cras onde será realizada a palestra “Quebrando barreiras, pelo fim da violência”

Dia 1º
15 horas – Cras Novos Estados “Hercules Mandetta”

Dia 2
15 horas – Cras “ Los Angeles”

Dia 5
15 horas – Cras Tiradentes “Teófilo Knapik”

Dia 6
13h30min – Cras Guanandi “Mida Barbosa Marques’’

Dia 7
15 horas – Cras – Jd. Moema “Lili Fernandes da Cunha”

Dia 9
14 horas – Cras Aero Rancho “Porf. Adevair Costa Lolli Gueti”

Dia 13
14 horas – Cras N. Sra. Aparecida “Carlinda Pereira Contar”

Dia 14
15h30min – Cras Estrela Dalva “Margarida Simões Correia Neder”

Dia 15

13h30min – Cras Vila Gaúcha

Dia 16
08h30min – Cras-Moreninha II “Alair Barbosa De Rezende

Dia 20
14 horas – Cras Canguru “Dr. Fauze Dualib Amizo”

Dia 21
14 horas – Cras Zé Pereira “Severino Emperador Palazuelos”

Dia 27
14 horas – Cras Dom Antonio “Rosa Adri”

Dia 28
14 horas – Cras Popular “ Valeria Lopes Da Silva”

Dia 29
15 horas – Cras “São Conrado”

Dia 30
15 horas – Cras Vila Nasser

Fonte/Autor: Marta Benedito MtbMS 184

Sas promove palestra para mulheres nos Cras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de março de 2012 as 14:01, por: cdb

Ação SocialQuinta-Feira 01 de Março de 2012

Sas promove palestra para mulheres nos Cras



Temática abordará direitos, responsabilidades e informação sobre formas de quebrar barreiras para o fim da violência

A Coordenadoria da Mulher/SAS (Secretaria Municipal de Políticas e Ações Sociais
e Cidadania) promove nos Centros Referência em Assistência Social (Cras), apalestra “Quebrando Barreiras, pelo fim da violência” que será proferida pela titular da coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher, Alelis Izabel de Oliveira Gomes. O evento, com entrada gratuita, acontece dos dias 1º a 30 de março em dezesseis dos 19 Cras, abrangendo diversas regiões da cidade.

A Sas (Secretaria Municipal de Políticas e Ações Sociais e Cidadania) promove nos Centros Referência em Assistência Social (Cras), a palestra “Quebrando Barreiras, pelo fim da violência” que será proferida pela titular da coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher, Alelis Izabel de Oliveira Gomes. O evento, com entrada gratuita, acontece dos dias 1º a 14 de março em nove dos 19 Cras, abrangendo diversas regiões da cidade.

A secretaria da Sas, Nilva Santos, ressalta que no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a Sas irá realizar, a partir das 18 horas, uma ação especial na Orla Morena, em parceria com o CMDM (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher). A intenção é chamar a atenção da população para os direitos da mulher e os dispositivos em Lei para protegê-la. Cada segmento que pertence ao Conselho vai levar material de divulgação sobre sua área de atuação e distribuir ao público presente ao local.

Informação
Segundo a coordenadora Alelis Izabel, a informação é um item importante no processo pelo fim da violência, quebrando barreiras e contribuindo para que a mulher faça valer seus direitos. A Lei 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha está entre os temasa serem abordados pela coordenadora. A Lei entrou em vigor em setembro de 2006 e entre as principais mudanças promovidas está o aumento no rigor das punições das agressões contra a mulher quando ocorridas no âmbito doméstico ou familiar.

A Lei que alterou o Código Penal Brasileiro possibilita que agressores das mulheres sejam presos em flagrante ou tenham sua prisão preventiva decretada. A legislação também aumenta o tempo máximo de detenção previsto de um para três anos e prevê medidas que vão desde a saída do agressor do domicílio e a proibição de sua aproximação da mulher agredida de forma física ou psicológica.

Expectativa
Para a coordenadora do Cras Novos Estados Hercules Mandetta, Rosalira Figueiredo a palestra vai ser muito importante para as mulheres conhecerem melhor seus direitos, a rede de apoio constituída para ampará-la e saber que não estão sozinhas em caso de agressão familiar. O Cras atende um número expressivo de mulheres em diversos projetos, entre eles o da inclusão produtiva, o pró-jovem adolescente, da mãe gestante e o da terceira idade. “Mais de 90% do público atendido são mulheres e grande parte é provedora do lar ou contribui com mais de 80% da renda familiar”, destaca Rosalira.

No Cras Los Angeles, o coordenador Messias Benites da Silva espera um público atento e cheio de perguntas. “As mulheres embora conheçam seus direitos, ainda têm dúvidas sobre diversas questões e a palestra vai ser muito importante para ajudá-las”, disse Messias. Segundo Messias é cada vez mais evidente o empoderamento da mulher e a prova disso é o interesse dela em se preparar para estar no mercado de trabalho. Segundo ele, no projeto inclusão produtiva, por exemplo, a participação da mulher é significativa. Nos cursos promovidos, as turmas são formadas por praticamente 100% de mulheres.
 Conheça os Cras onde será realizada a palestra “Quebrando barreiras, pelo fim da violência”

Dia 1º
15 horas – Cras Novos Estados “Hercules Mandetta”

Dia 2
15 horas – Cras “ Los Angeles”

Dia 5
15 horas – Cras Tiradentes “Teófilo Knapik”

Dia 6
13h30min – Cras Guanandi “Mida Barbosa Marques’’

Dia 7
15 horas – Cras – Jd. Moema “Lili Fernandes da Cunha”

Dia 9
14 horas – Cras Aero Rancho “Porf. Adevair Costa Lolli Gueti”

Dia 13
14 horas – Cras N. Sra. Aparecida “Carlinda Pereira Contar”

Dia 14
15h30min – Cras Estrela Dalva “Margarida Simões Correia Neder”

Dia 15

13h30min – Cras Vila Gaúcha

Dia 16
08h30min – Cras-Moreninha II “Alair Barbosa De Rezende”

Dia 20
14 horas – Cras Canguru “Dr. Fauze Dualib Amizo”

Dia 21
14 horas – Cras Zé Pereira “Severino Emperador Palazuelos”

Dia 27
14 horas – Cras Dom Antonio “Rosa Adri”

Dia 28
14 horas – Cras Popular “ Valeria Lopes Da Silva”

Dia 29
15 horas – Cras “São Conrado”

Dia 30
15 horas – Cras Vila Nasser

Fonte/Autor: Marta Benedito MtbMS 184