Sarney é testemunha de defesa no escândalo do Banco Nacional

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 19 de agosto de 2001 as 16:20, por: cdb

O ex-presidente do Banco Nacional, Marcos Magalhães Pinto, será julgado em separado dos demais envolvidos na quebra desta instituição financeira, na década passada. E conta com o senador José Sarney como sua testemunha de defesa. O depoimento do parlamentar maranhense acontecerá ainda esta semana.

Os ex-diretores do Banco Nacional Clarimundo Sant’Anna e Arnoldo de Oliveira, acusados de gestão fraudulenta do banco, podem pegar até 12 anos de prisão. A sentença judicial deverá ser anunciada ao longo de setembro.

Os irmãos Eduardo e Fernando Magalhães Pinto, membros do conselho de administração do Nacional, também poderão ser condenados a até oito anos de prisão, por gestão temerária.