São Paulo renova contrato com a F-1 por cinco anos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de março de 2004 as 19:22, por: cdb

São Paulo abrigará o GP do Brasil de Fórmula 1 por mais cinco anos. Um novo contrato entre a prefeitura da cidade e a empresa que detém os direitos de realização da prova foi firmado nesta quarta-feira, segundo anunciou a prefeita Marta Suplicy.

O atual contrato termina após a realização do GP deste ano, que está marcado para o mês de outubro. O novo acordo passa a vigorar a partir do dia 4 de dezembro.

Nádia Campeão, secretária municipal de esportes, disse que um estudo realizado pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) prova que o GP traz ganhos significativos para a economia. A pesquisa mostra que os R$ 24,7 milhões investidos pela prefeitura na conservação do autódromo acarretaram na injeção de R$ 62,6 milhões na economia do país, sendo 75% na capital. Além disso, cerca de 14 mil empregos são gerados na época do evento.

“Fazemos a Fórmula 1 com vários objetivos, especialmente os de promover a cidade, gerar emprego, movimentar a economia e oferecer lazer aos apaixonados por corridas”, disse Nádia Campeão.

A prefeitura também pretende, em parceria com a iniciativa privada, construir arquibancadas fixas no autódromo de Interlagos, o que diminuirá o custo das provas futuras. A Petrobrás é uma das empresas interessadas na parceria.