São Paulo perde a vantagem na final

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 21 de março de 2003 as 13:07, por: cdb

O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Luís Zveiter, suspendeu, nesta sexta-feira, a decisão do Comitê Executivo da Federação Paulista de Futebol (FPF) que dá a vantagem ao São Paulo de jogar por dois resultados iguais na final do Campeonato Paulista.

A decisão de Zveiter foi tomada por um pedido de efeito suspensivo feito pelo Corinthians. O clube alvinegro sentiu-se prejudicado pela decisão do Comitê, garantindo que não houve respeito em relação ao regulamento da competição.

“O Corinthians pediu que fosse feita suspensão do comite e, então, suspensão do campeão pois pode haver erro irreparável a ele. Por isso concedi esse efeito suspensivo”, disse Zveiter.

Dessa forma, se o São Paulo vencer a partida deste sábado, às 18h, no Morumbi, por um gol de diferença, o campeão estadual não será proclamado. Isso vai depender do julgamento do recurso impetrado pelo Corinthians no Tribunal de Justiça (TJ).

Caso o TJ tome decisão favorável ao São Paulo, ainda caberá ao Corinthians um recurso ao STJD. Para isso, porém, o clube deveria entrar com pedido, de acordo com seus interesses, para análise do regulamento.

“Depois que um clube entrar com recurso no STJD, vamos analisar quais os critérios a serem adotados para definir o campeão e, enquanto isso, o campeão não será proclamado”, afirmou o presidente do órgão. O título só será definido, caso haja empate ou caso o São Paulo vença por dois gols de diferença.

Dependendo do que o TJ decidir nesta sexta-feira, o São Paulo também poderá entrar com recurso no STJD. Nesse caso, Zveiter analisaria os argumentos tricolores para ficar com a vantagem. No entanto, o presidente do STJD mostrou tendência a decidir o caso favoravelmente ao Corinthians.

“Tudo indica que o critério de saldo de gols refere-se apenas aos jogos da final”, afirmou. Assim, o número de cartões vermelhos e, posteriormente de amarelos, incluindo na decisão, seria o segundo a ser utilizado para a definição do campeão.