Santos pega o Bolivar pela Libertadores

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 15 de fevereiro de 2005 as 12:25, por: cdb

O Santos embarcou nesta terça-feira pela manhã com destino a La Paz, capital da Bolívia, onde nesta quarta-feira enfrenta o Bolívar em sua estréia na Copa Libertadores. Vinte jogadores estão na delegação, mas os meias Ricardinho e Fábio Baiano não viajaram, pois se recuperam de contusão.

O retorno está previsto para quinta-feira à tarde, em São Paulo. O elenco completo voltará aos treinos apenas na sexta-feira, às 16h (de Brasília), no CT Rei Pelé, em Santos. Neste fim de semana, o Santos enfrenta o Ituano, no domingo, fora de casa, pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Quando surgiu para o futebol profissional em 2002, comandado pelo técnico Emerson Leão, Robinho tinha uma deficiência: não marcava gols. Principal artilheiro das categorias de base do Santos, o habilidoso jogador santista demorou para atingir o mesmo patamar na categoria principal.

E neste ano, Robinho mostra mais amadurecimento do que em 2004. Em sete jogos, seis pelo Santos e um pela Seleção Brasileira, o atacante marcou sete gols. Seis pelo time da Baixada Santista no Paulista, campeonato do qual é vice-artilheiro, e um pela equipe pentacampeã mundial.

No clássico de domingo, quando marcou dois gols, o atacante parecia obstinado a deixar sua marca contra o time de Parque São Jorge. No intervalo da partida, elogiou o desempenho da equipe da equipe e prometeu se esforçar ainda mais no segundo tempo.

Na volta para o segundo tempo, Robinho não precisou nem de um minuto para marcar. Mais nove minutos e lá estava Robinho, “sambando”, comemorando e cumprindo a promessa. Após bobeira de Betão, o santista aproveitou e marcou seu sétimo gol na temporada.