Santos está praticamente na final

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 1 de dezembro de 2002 as 18:08, por: cdb

Com bom futebol e gols bonitos, o Santos deu um grande passo para chegar à final do Campeonato Brasileiro. Neste domingo à tarde, o time santista venceu o Grêmio por 3 a 0, na Vila Belmiro, pela primeiro jogo das semifinais do torneio. Alberto, duas vezes, e Robinho, marcaram para o Santos.

Os dois times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. O Santos, oitavo colocado na fase de classificação, pode perder até por dois gols de diferença para ficar com a vaga na decisão. Já o Grêmio, quinto lugar, precisa vencer por três gols para se classificar.

O Santos foi melhor no primeiro tempo. Desde os primeiros minutos, apoiado por sua torcida, o time alvinegro buscou o gol, tocando a bola com velocidade. Aos 12 e 13min, o Santos quase abriu o marcador, em boas jogadas de Robinho.

Se antes do jogo o técnico Tite, do Grêmio, afirmou que Robinho não teria muito espaço para jogar, durante a etapa incial não foi isso que aconteceu. O jogador continuou tendo liberdade para buscar suas jogadas e finalizar para o gol.

Aos 18min, Robinho recebeu pela esquerda do ataque, invadiu a área e descobriu Robert livre. O meia recebeu a bola, dominou mas, na hora da finalização, chutou por cima do gol. Apenas após os 20 minutos o time gremista conseguiu sair um pouco de seu campo de defesa.

A melhor chance do tricolor gaúcho aconteceu aos 24min. Roberto recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro. Rodrigo Fabri chegou antes que o goleiro Fábio Costa e desviou a bola, que sairia pela linha de fundo. O atacante César ainda tocou para o gol, mas o zagueiro Alex conseguiu colocar para escanteio.

Apesar da melhora do time do Grêmio, o Santos continuou melhor em campo, buscando espaços na forte marcação gremista. Sem Léo pela esquerda, o lateral Maurinho apareceu como uma das principais alternativas para o alvinegro paulista.

Mas se o Santos não conseguiu marcar tocando a bola e nas infiltrações dentro da área gaúcha, o atacante Alberto resolveu arriscar de longe. Aos 38min, o centroavante santista encarou a marcação de Claudiomiro e bateu de pé esquerdo, marcando um lindo gol na Vila Belmiro.

Mesmo com a desvantagem no placar, o Grêmio preferiu não se arriscar no final do primeiro tempo e continuou jogando mais fechado, sem tentar buscar o empate. A equipe santista não conseguiu criar mais chances para marcar ainda na primeira etapa.

O segundo tempo não começou muito diferente que o primeiro. O time do Santos voltou mais uma vez buscando o gol e envolvendo o time do Grêmio. Aos 13min, Alberto rolou a bola para Robinho. Sem marcação, o atacante bateu colocado, da entrada da área, mas a bola saiu, passando perto do gol gremista.

O tricolor gaúcho não se achou no ataque e apenas defendeu-se até os 15 minutos. Como havia tirado o atacante César, machucado, para a entrada do meia Fernando, no primeiro tempo, o técnico Tite resolveu adiantar mais uma vez sua equipe, com a entrada do atacante Elton no lugar de Lauro.

A alteração não mudou o panorama do jogo. O time do Santos continuou melhor e pressionando o Grêmio. Cercando a área tricolor, a equipe alvinegra foi ameaçando o gol de Danrlei. Sem força no ataque, a equipe gaúcha apenas procurou se defender em campo.

Aos 23min, porém, o Grêmio levou o segundo gol. Renato recebeu pela direita e bateu para o gol. Alberto, no meio do caminho, desviou de calcanhar e tirou o goleiro gremista da jogada, marcando mais um belo gol na partida.

Perdido em campo, o time gaúcho complicou-se mais na partida aos 27min. Anderson Polga fez falta dura em Robinho e levou o segundo cartão amarelo, sendo expulso do jogo. Na cobrança de falta, Diego acertou a trave do gol de Danrlei.

Com facilidade, o Santos foi tocando bola e chegando à área do Grêmio. Aos 30min, Alberto teve uma grande chance de fazer seu terceiro no jogo. O atacante recebeu cruzamento da direita, livre na pequena área, dominou mas demorou para finalizar, dando tempo para o goleiro gremi