Santos deve intensificar contatos com Luxemburgo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 5 de dezembro de 2005 as 10:39, por: cdb

A demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo, ontem, pelo Real Madrid, renovou as esperanças santistas de contar com o treinador, campeão brasileiro pelo clube em 2004, na próxima temporada.

Após o desmanche da equipe duas vezes campeã nacional e o fiasco no Brasileiro de 2005, a volta de Luxemburgo é vista pela diretoria do Santos como reforço importante para a retomada das vitórias na Vila Belmiro. Antes mesmo da demissão, o Santos já sondou o técnico e deverá intensificar os contatos nos próximos dias.

Luxemburgo já sinalizou que ainda pretende continuar trabalhando em um clube de ponta da Europa e aguarda convites nos próximos dias. Caso não se acerte em breve com alguma equipe européia, seu destino poderá ser o Brasil mais uma vez.

Desde a saída de Nelsinho Baptista, após desastrosa passagem pelo Santos – com direito a goleada de sete gols diante do Corinthians -, a diretoria do clube litorâneo está em busca de um técnico de peso. Além de Luxemburgo, o presidente Marcelo Teixeira já teria contatado Emerson Leão, do Palmeiras, e Muricy Ramalho, vice-campeão brasileiro com o Inter.

Leão teria rejeitado oferta salarial de R$ 400 mil, enquanto, especula-se, Muricy seria a opção mais viável. Apesar de consagrado no Inter, ele estaria planejando retornar ao futebol paulista, pois sua família reside no Estado.

Porém o nome preferido seria mesmo o de Luxemburgo. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, um dos argumentos a serem usados pelo presidente Teixeira para convencer o treinador a retornar é a conclusão das obras do Centro de Treinamento (CT) Rei Pelé – oficializada no último sábado com a entrega do Hotel Recanto Alvinegro, destinado a hospedar o elenco nas concentrações e pré-temporadas.

O término das obras foi uma das exigências apresentadas por Luxemburgo no ano passado para assinar com o Santos.