Santa Catarina faz levantamento dos prejuízos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de março de 2004 as 11:43, por: cdb

Os municípios do extremo sul catarinense começam a fazer o levantamento dos prejuízos causados pelo ciclone que devastou 15 cidades da região.

As prefeituras devem decretar hoje situação de emergência ou estado de calamidade pública. Cerca de 50% da rede de energia elétrica estão danificados. Os locais mais atingidos estão sendo sobrevoados, desde a noite deste domingo, pela Secretaria Regional de Desenvolvimento Social.

Marlene Leal, técnica do Instituto Nacional de Meteorologia, destacou que não há indicação de uma nova formação do ciclone que atingiu o litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com ventos de até 150 quilômetros por hora e muita chuva na madrugada deste domingo. Ela disse que o fenômeno serviu de alerta para novas pesquisas meteorológicas na América do Sul, pois nos 25 anos que tem de atividade, nunca viu formação de ciclone tão nítida no Atlântico Sul.

– Este ciclone é teoricamente um centro de baixa pressão que se desprendeu da frente fria que estava sobre o mar e migrou para Santa Catarina, uma região cujas características são suscetíveis a ventos fortes. No entanto, é um fenômeno raro no Atlântico Sul e, por isso, deve ser objeto de mais estudos – afirmou.