Sanasa fecha ano de 2011 com lucro líquido de R$ 54 milhões

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 11:55, por: cdb

Sanasa fecha ano de 2011 com lucro líquido de R$ 54 milhões

27/03/2012 – 14:48

  

Sidnei Flaibam

 

A Sanasa teve, em 2011, um luco líquido de R$ 54 milhões, segundo suas demonstrações financeiras divulgadas nesta terça-feira, 27 de março. Houve aumento de 3,7% na receita operacional líquida, que atingiu R$ 479 milhões. Esse resultado possibilita a continuidade dos investimentos que a empresa tem feito, principalmente em obras de expansão e disseminação da estrutura de coleta e tratamento de esgotos sanitários, que tem como meta chegar a 100% até 2013.

 

A Companhia encerrou o ano de 2011 com capacidade instalada para tratar 80% dos esgotos coletados no município, bem acima da média nacional que é de 34,6%, segundo levantamento do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento – SNIS.

 

“Os números demonstram o acerto do planejamento que vem sendo adotado, sempre com o objetivo de garantir a qualidade dos serviços”, afirma o presidente da Sanasa, Marco Antônio dos Santos. Em 2011, a Companhia obteve um dos menores índices de perdas de água tratada, atingindo o percentual de 15,4%. A redução de perdas impacta positivamente no processo operacional da empresa, reduzindo a necessidade de captação de água para tratamento e distribuição.

 

Tanto assim é que houve um crescimento de 10,3% no consumo de água e um aumento de apenas 2,1% no volume de produção nos últimos seis anos. Esses números comprovam a eficiência operacional da Sanasa. “O trabalho realizado pela Sanasa prova a competência da empresa e apresenta importantes conquistas como o avanço rumo aos 100% de esgoto tratado e a manutenção de um dos menores índices de perdas de água verificados no Brasil”, diz Santos.

 

A Companhia teve, em 2011, lugar de destaque na classificação da Revista Valor 1000 como a melhor empresa de saneamento do Brasil em Crescimento Sustentável. No ranking geral da revista, que considera os critérios: crescimento sustentável, receita líquida, geração de valor, rentabilidade, margem da atividade, liquidez corrente e giro do ativo, a Sanasa ficou em 5º lugar.

 

“Hoje, a tendência crescente dos administradores é no sentido de que êxito empresarial significa, além de resultado econômico-financeiro, adoção de uma gestão comprometida com ações que preservem o meio ambiente, a cultura, respeite a diversidade, promova a sustentabilidade e a redução das desigualdades sociais”, finaliza o presidente da Sanasa.