Salvador ganha Museu du Ritmo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de fevereiro de 2007 as 15:29, por: cdb

Mais um espaço cultural promete agitar já em fevereiro a capital baiana: o Museu du Ritmo, cuja concepção veio do músico Carlinhos Brown, que contou com o projeto do arquiteto Sidney Quintela. Localizado no Mercado do Ouro, que fica no bairro histórico do Comércio de Salvador, o empreendimento, de tão inovador, consiste em uma mistura de museu, casa de espetáculos, galeria de arte e escolas de inclusão. A idéia de Brown é que haja a integração de vários ritmos: educação, música, arte.

Além disso, o Museu du Ritmo terá restaurante, boate, núcleo de moda e a tão esperada Calçada da Fama, que homenageará grandes artistas da música brasileira. A igreja de Santa Luzia, que fica atrás do Mercado de Ouro, também será totalmente revitalizada.

– Para esse trabalho, eu li, em 30 dias, a viagem que tinha na cabeça de Brown. Essa nossa sintonia já vem de outro projeto que estamos tocando juntos, ligado à fundação alemã Estrela do Mar -, conta Quintela.

– Definimos todas as interferências que o museu passará ao longo de dez anos, quando tudo será finalizado -, completou.

O projeto tem como pano de fundo um trabalho social com os moradores do bairro do Pilar: uma escola de inclusão digital atenderá a comunidade carente, mais empregos serão gerados e haverá aquecimento no turismo de Salvador, devido à restauração do antigo casarão do século 19.

O museu será cenário, também, para o Baile do Bloco Parado, que acontecerá durante os cinco dias de folia, ao pôr-do-sol. No grande pátio descoberto onde a animação terá vez e os 100 anos do frevo serão lembrados, destaca-se uma fonte, unida ao Rigoletto, escultura do século 17 fundida em bronze inglês, pertencente ao próprio cantor.

O grande idealizador do local tem, também, talento para assinar peças de arte, algo pouco difundido. Na galeria Pintado Du Bongô, nome eleito em deferência ao motorista aposentado que o ajudou no começo da carreira musical, serão exibidas obras que posteriormente integrarão uma exposição em Nova York.

Museu du Ritmo
Onde: Avenida Jequitaia, 01 – Mercado do Ouro – Comércio
Salvador – Bahia