Salários de TI crescerão 0,1% em 2002

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de dezembro de 2001 as 03:19, por: cdb

Os salários de Tecnologia da Informação já não são mais aqueles dos sonhos de todo recém-formado da área. De acordo com a consultoria RHI Consulting, nos Estados Unidos, os salários iniciais para os profissionais dessa indústria devem crescer, em média, apenas 0,1% em 2002, contra 8,4% registrados pela mesma pesquisa, realizada há um ano.

A baixa taxa de desemprego e a procura por profissionais especializados levaram aos altos salários nos últimos anos. Entretanto, a falência de diversas empresas pontocom e o enfraquecimento de toda a economia alteraram o cenário.

Apesar disso, o levantamento ainda aponta indústrias que estão prevendo uma grande demanda por profissionais de TI, como a de serviços financeiros e de empresas da área de saúde, o que indica variações no índice de admissões nas diferentes regiões dos EUA.

Algumas categorias de empregos ainda podem esperar por crescimento, principalmente a de arquitetura de aplicativos, cuja base salarial tem previsão de crescimento de, em média, 6,7% para 2002. Logo atrás, aparecem os consultores e diretores de integração de sistemas, com alta salarial de, em média, 6,1%.

Entre as demais áreas de especialização dos profissionais de TI, de acordo com a RHI, os administradores de bancos de dados e engenheiros de softwares também podem esperar aumentos salariais. A previsão é de que esses profissionais recebam, em média, entre US$ 83 mil e US$ 114 mil (salário anual) e US$ 65 mil e US$ 97 mil, respectivamente. Médias salariais que representariam altas de 4,8% e 4,7%, respectivamente, entre os anos de 2001 e 2002.