Sabri diz: “Quem deve renunciar é Bush, não Saddam”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 17 de março de 2003 as 19:24, por: cdb

Em resposta a um ultimato feito pelos Estados Unidos para que o presidente do Iraque, Saddam Hussein, renuncie para evitar a guerra, o chanceler iraquiano Naji Sabri disse que quem deveria renunciar é George W. Bush, presidente dos Estados Unidos.

“Ele deveria partir. Deveria sair da presidência e deixar os norte-americanos levarem uma vida normal com as outras nações, e não uma vida de agressão, uma política de agressão contra as outras nações”, disse o chanceler, rejeitando a exigência norte-americana de que Saddam renuncie e vá para o exílio.

“Essa política resultou somente em desastres para os Estados Unidos. Portanto, para que os Estados Unidos convivam adequadamente com o mundo e para que as nações do mundo vivam em paz, esse maluco deve partir”, disse Sabri.

Sabri qualificou como lamentável a decisão da Organização das Nações Unidas (ONU) de retirar seus inspetores de armas do Iraque e disse que a medida viola a própria carta da ONU.

“Se o secretário-geral da ONU retira os inspetores de Bagdá, isso significa que o secretário-geral abandonou sua própria responsabilidade de manutenção da paz e da segurança no mundo”, acredita Sabri.