Rússia pede a oposição síria que aceite propostas de Kofi Annan

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 13:11, por: cdb

A Rússia pediu nesta quarta-feira (28) que a oposição síria siga o exemplo do governo de Damasco e aceite o plano do enviado especial da ONU e da Liga Árabe para o país, Kofi Annan.

Em comentário publicado no site da Chancelaria, o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Rússia, Aleksandr Lukashévich, expressou que o plano de Annan conta com o respaldo do Conselho de Segurança da ONU, contempla o fim de violência, a prestação de ajuda humanitária, um diálogo inclusivo e brinda uma “possibilidade real” para a paz.

“Claro, muita coisa depende agora dos atores externos, em particular daqueles que podem influenciar positivamente nos opositores”, destacou Lukashévich.

O diplomata russo acrescentou que só a busca de soluções aceitáveis para todas as partes envolvidas na crise síria, e não a divisão nem o confronto armado, permitirá pôr fim ao sofrimento da população civil e garantir o desenvolvimento democrático do país.

A Rússia, criticada no Ocidente por respaldar o governo sírio, seu principal aliado no Oriente Médio e grande comprador de armamento russos, apoiou desde o princípio a missão de Annan, ao ressaltar que “está orientada ao processo pacífico” e que “suas tarefas não incluem nenhum tipo cenário militar”.

Fonte: Efe

 

..