Rússia fará o possível para bloquear nova resolução da ONU

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de março de 2003 as 14:54, por: cdb

A Rússia rejeitou taxativamente este sábado o projeto de resolução americano-britânico que dá ao Iraque um ultimato, até o dia 17 de março, para se desamar por completo e declarou que fará tudo que estiver a seu alcance para impedir sua adoção no Conselho de Segurança da ONU, onde conta com o direito de veto.

Essa resolução “não vai passar”, declarou o vice-ministro das Relações Exteriores, Yuri Fedotov.

“O direito de veto é um dos métodos de que a Rússia dispõe para evitar a adoção de uma decisão errônea”, afirmou Fedotov.

O ultimato dado ao Iraque não se justifica principalmente agora que os chefes dos inspetores da ONU pediram vários meses para terminar seu trabalho, afirmou, por sua vez, o ministro das Relações Exteriores Igor Ivanov.

Segundo Fedotov, a mudança introduzida na resolução, à qual os EUA e a Grã-Bretanha acrescentaram um prazo para que o Iraque se desarme por completo, se orientada ainda mais na direção de uma guerra.

“É totalmente ilusório esperar que o Iraque confirme seu desarmamento total ants de 17 de março”, afirmou.