Rumsfeld anuncia maior ataque do mundo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 20 de março de 2003 as 19:49, por: cdb

Secretário de Defesa dos EUA, Donald Rumsfeld anunciou nesta quinta-feira que são bastante prováveis ataques contra a liderança do Iraque, e pediu que os militares iraquianos desobedeçam ao presidente Saddam Husssein antes de uma ofensiva iminente. Segundo ele, será a maior que a jamais vista na história mundial. Rumsfeld garantiu, ainda, que um complexo iraquiano foi atingido. Outros oficiais disseram que o alvo principal era Saddam Hussein.

O secretário afirmou que o Pentágono estava verificando os danos causados pelo ataque, inclusive se Saddam havia sido atingido, deixando claro que mais ataques do tipo contra a liderança iraquiana estavam por vir.

– Esse foi o primeiro. Não será o último – afirmou.

Enquanto Rumsfeld falava, as forças dos EUA fizeram intensos disparos de artilharia perto da fronteira entre o Iraque e o Kuweit. A Casa Branca, tentando reduzir as expectativas de uma guerra rápida, afirmou que ela podia ser “mais longa e dura do que algumas pessoas estimaram.

O presidente George W. Bush deveria se reunir com o seu gabiente à tarde. “O que se seguirá não será a repetição de nenhum outro conflito”, disse Rumsfeld em seu primeiro comunicado no Pentágono depois do início do ataque em Bagdá. “Será de uma força e amplidão e escala que estão além do que já foi visto antes”.

Em vista do ataque iminente, Rumsfeld disse aos cidadãos iraquianos para que fiquem em casa, longe de alvos militares e que ouçam as instruções dos americanos e de seus aliados nas rádios.

Ele também recomendou que os militares iraquianos desobedeçam a ordens, não ataquem civis e nem destruam campos de petróleo.

“Seguir essas ordens seria cometer crimes de guerra contra o povo iraquiano”, afirmou Rumsfeld.