Rui garante apoio de Lula e Dilma

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 27 de junho de 2012 as 14:58, por: cdb

O presidente nacional do PT, deputado Rui Falcão (SP), em vídeo em que garante aos petistas do Recife que a campanha do senador Humberto Costa (PT-PE) terá o apoio do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma Rousseff, conclama a militância petista na capital pernambucana à unidade em torno da candidatura do senador.

 

se engajadeputadO presidente do PT, Rui Falcão, conclama a militância do PT em Recife a se engajar, de forma unida, na defesa do candidato do partido à Prefeitura, senador Humberto Costa (PT-PE). Rui disse ainda, em depoimento gravado e exibido no site do PT Nacional, que Humberto Costa terá os apoios do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma Rousseff na campanha contra a coligação comandada pelo PSB de Eduardo Campos que, para a coligação, já se entendeu com seu inimigo histórico, o senador pelo PMDB Jarbas Vasconcelos.

 

O apoio de Lula e da presidenta Dilma serão importantes na disputa, assim como a unidade da base petista, como bem assinalou o presidente do PT. O que está acontecendo em Recife não é um fato isolado, conforme assinalei em análise publicada ontem, de que particularmente no Nordeste o PSB e a oposição se articulam para barrar o fortalecimento do nosso partido. Daí a necessidade de que, dentro dessa análise mais ampla, olhando-se para o conjunto e não para cada situação particular, os militantes do PT se unam para fazer uma campanha vitoriosa no Recife, importante para fortalecer nacionalmente o projeto de transformação da sociedade brasileira como um todo. Este é o projeto maior do nosso Partido.

Leia o post PSB e oposição apostam fichas no Nordeste para enfraquecer PT.

Link para o post de análise:

http://www.zedirceu.com.br//index.php?option=com_content&task=view&id=15649&Itemid=2

Link para a mensagem do Rui:

http://eleicoes.uol.com.br/2012/videos/assistir.htm?video=pt-tera-lula-e-dilma-contra-psb-no-recife-diz-rui-falcao-0402CC98396CE4C12326

 

 O presidente nacional do PT, Rui Falcão, chamou a militância da legenda no Recife (PE) para a união em torno da pré-candidatura do senador Humberto Costa, e para a luta contra o pré-candidato do PSB e ex-secretário de governo, Geraldo Júlio, que tem o apoio do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Através do canal do PT noYouTube , Falcão disse ainda que conta com o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da atual presidente Dilma Rousseff.

“Contamos, primeiro, com a unidade do PT, com sua força, com a sua capacidade, com 12 anos de gestão da cidade e também, naturalmente, com o prestígio e apoio do presidente Lula e da presidenta Dilma”, disse Falcão. O senador foi confirmado na última segunda pelo diretório nacional do PT, em Brasília, como o nome que representará o partido na disputa pela prefeitura do Recife.

Humberto Costa, que foi ministro da Saúde no primeiro mandato de Lula entre 2003 e 2007, ganhou a nomeação do partido após a Executiva Nacional anular as prévias internas do PT no Recife, que dava vitória ao atual prefeito da capital pernambucana, João da Costa, sobre o deputado federal, Maurício Rands. João da Costa tentou recorrer contra o resultado no diretório nacional, mas foi derrotado por 49 votos contra, 19 a favor e 6 abstenções.

O pré-candidato do PSB ganhou força na segunda, com o apoio do PMDB à sua candidatura e a desistência da pré-candidatura do deputado federal Raul Henry. Com isso Júlio já conta com 12 partidos em sua aliança: PTB, PCdoB, PR, PRB, PRP, PTC, PSL, PHS, PSDC, PTdoB, PSC e PMDB.

Rui Falcão foi questionado durante a coletiva que oficializou a derrota de João da Costa, se o lançamento de candidaturas próprias do PSB no Recife e em Fortaleza (CE), seriam sinais que Eduardo Campos busca à presidência em 2014. O presidente do PT afirmou que “não há indício de nada”. “Há indício que eles querem se afirmar em alguns lugares, principalmente no nordeste, em cima do PT”, completou.

Esta é a primeira vez desde 2002 que o PT fará frente ao PSB em Pernambuco. Lula foi cabo eleitoral de Eduardo Campos na disputa pelo governo estadual por duas vezes, 2006 e 2010, sendo Campos eleito em 2006 e reeleito em 2010, nesta segunda eleição com 82% dos votos no 1º turno.