Rosseto acredita que desembolso vai diminuir tensão no campo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de março de 2004 as 12:11, por: cdb

Ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, afirma não ter dúvidas de que a liberação de créditos suplementares de R$ 1,7 bilhão para a reforma agrária deve diminuir as tensões pela disputa de terra no campo:

– Não tenho dúvidas. Temos um plano nacional de reforma agrária discutido com a sociedade e só no primeiro trimestre deste ano assentamos 11 mil famílias, o dobro da média histórica do Incra – acrescenta.

Antes de se reunir com o Núcleo Agrário do PT na Câmara dos Deputados, Rossetto reafirmou que o governo deve cumprir as metas do plano com o assentamento, até dezembro, de 115 mil famílias. Ele também anunciou que, em abril, deve fechar contratos com o Ministério de Minas e Energia para eletrificação nos assentamentos.

– Estamos entusiasmados e vamos cumprir as metas – concluiu.