Rosinha foi a única voz contrária entre os governadores

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de setembro de 2003 as 21:51, por: cdb

A governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Matheus (PMDB), foi a única entre os governadores, que participaram da reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a deixar o local defendendo a manutenção da proposta de reforma tributária aprovada na Câmara.

Ela considerou um “retrocesso” voltar a proposta original e disse estar decepcionada com os demais governadores. Ela defendeu a idéia de que seja mantido o período de 11 anos de transição para a transferência da cobrança do ICMS da origem para o destino.

– De que valeu todo o esforço de deputados e governadores e todas as peregrinações a Brasília? – questionou ao lembrar que a transição não constava da proposta original e foi incluída no texto pelo relator, deputado Virgílio Guimarães (PT-SP).

Rosinha afirmou ainda ser favorável à inclusão no texto de um dispositivo que garanta ao Estado produtor 4% da alíquota do ICMS sobre petróleo.