Roriz confessa discriminação política e vai ser processado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 15 de setembro de 2001 as 11:50, por: cdb

As palavras do governador Joaquim Roriz (PMDB) de discriminação a petistas significam a confissão de um crime, segundo o Ministério Público.

– Desde o primeiro dia de seu governo, Roriz vem promovendo uma caça às bruxas. Qualquer cidadão que se sinta discriminado por esse tipo de coisa deve procurar o Ministério Público, que tomaremos providências cabíveis – destaca o Procurador de Defesa do Cidadão do Distrito Federal, Ezequiel Neto.

A reação vem um dia depois de Roriz ter afirmado, em discurso, que não entrega lotes para petistas.

– De jeito nenhum, só se for enganado. Não sou eu quem escolho as pessoas que vão ganhar. Porque se fosse eu, eu não entrego para petista. Eu entrego é para companheiro – reforçou.

Assim, o governador explicitou pela primeira vez publicamente que por ele o critério para entrega de lotes é político-partidário e não técnico e social.