Ronaldo lamenta proibição de perguntas a Lula

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de junho de 2006 as 10:26, por: cdb

O atacante brasileiro Ronaldo desabafou em entrevista concedida pouco antes do treinamento da Seleção Brasileira nesta sexta-feira, em Koenigstein. O jogador do Real Madrid disse que gostaria de ter feito algumas perguntas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a videoconferência realizada nesta quinta-feira. Na ocasião, Lula perguntou ao técnico Carlos Alberto Parreira se Ronaldo estava mesmo gordo, de acordo com o que tem ouvido da imprensa.

– O presidente também deve ter entrado na onda da imprensa. A gente também teria várias perguntas para fazer ao presidente, mas nós fomos proibidos, já que a conferência não permitia isso – disse o atacante.

Porém, ao ser questionado sobre quem teria feito a proibição, Ronaldo recuou:

– Eu não participei, é preciso perguntar a quem tava lá.

Ronaldo afirmou que merece “mais respeito” pelo currículo de serviços prestados à equipe brasileira.

– Fico muito chateado com as especulações da imprensa brasileira a meu respeito. Parece sempre que estou tendo que passar por um teste. Pelo currículo que tenho, mereço mais respeito.

Questionado sobre sua condição atual para a disputa do Mundial da Alemanha, Ronaldo assegurou que está progredindo.

– Estou me preparando e acho que falta pouco para chegar ao nível ideal.