Ronaldo crê que máfia no futebol acabou

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de março de 2007 as 12:11, por: cdb

O atacante Ronaldo, do Milan, afirmou que o futebol italiano vive um novo tempo após ter passado pelo escândalo que abalou as suas estruturas na última temporada. Envolvidas no escândalo, a Juventus foi rebaixada à Série B e o Milan perdeu pontos, assim como outros clubes também foram punidos.

– Daquela máfia que comandava o futebol italiano se sabia tudo. Mas não havia provas. Hoje se respira um outro ar. Os árbitros cometem erros, mas não é de forma proposital – disse Ronaldo, em entrevista publicada na Gazetta dello Sport.

Ronaldo atuou no futebol italiano de 1997 a 2002 pela Inter de Milão e decidiu retornar ao país após não se acertar com o técnico Fabio Capello, do Real Madrid. No entanto, o maior desafeto do atacante ainda é Hector Cúper, ex-Inter de Milão.

– Cúper era pior. Capello tem pelo menos história nos seus ombros. O que o Cúper ganhou? – desabafou o atacante.