Romário negocia com o Flamengo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de junho de 2003 as 23:26, por: cdb

O presidente do Flamengo, Hélio Ferraz, não só confirmou a notícia publicada nesta quarta-feira pelo Jornal dos Sports, de que conversou com o atacante Romário pelo telefone, como deixou claro que o acerto com o Baixinho está muito próximo de ocorrer, em entrevista à Rádio Brasil.

Segundo o dirigente, ele recebeu um telefonema da Suíça na terça-feira de um patrocinador interessado em levar o jogador para o clube rubro-negro. Essa conversa foi ouvida pelo repórter Maximino Perez, do Jornal dos Sports.

Na segunda-feira, o jogador havia dito que ainda não tinha ainda acertado com o Fluminense.

– Foi um acidente nosso. Não vou negar que ele (o repórter) ouviu minha conversa, mas na realidade não foi um telefonema do Romário e sim de um patrocinador que estava com o jogador e depois me passou para o Romário – contou Hélio Ferraz.

Segundo o dirigente rubro-negro, esse patrocinador pagará os salários de Romário e somente após esse acerto é que o Flamengo poderá entrar em acordo com o próprio patrocinador e com o jogador.

– Era um assunto que eu queria manter em sigilo, por uma série de questões, mas já havíamos nos falado anteriormente e o que aconteceu é que há o interesse desse patrocinador de que o Romário jogue no Flamengo e também há o nosso interesse que isso aconteça – disse o cartola.

Sobre a dívida que o clube tem com o jogador, que está sendo resolvida pela Justiça, o presidente do Flamengo acha que não será problema para a volta dele.

– Esse é um dos fatores que envolvem essa negociação, que é complexa. Mas esse é um assunto que já esteve praticamente equacionado num momento anterior. Considero que a questão da dívida está muito próxima de um ajuste.

Embora o técnico Nelsinho Baptista considere não ser o momento certo para falar sobre o assunto, o presidente disse que já havia conversado com o treinador anteriormente e que ele não se opôs à contratação do atacante.

– O Nelsinho não vai vetar, é um grande jogador, a questão não é essa. Tecnicamente é lógico que interessa a ele, já conversamos anteriormente sobre isso – afirmou.