Robôs podem ser controlados pelo cérebro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de maio de 2006 as 13:38, por: cdb

O instituto de pesquisa da fabricante de automóveis japonesa Honda e o Advanced Telecommunications Research Institute International (ATR) desenvolveram em conjunto uma tecnologia que permite a manipulação de robôs através de ondas cerebrais.

A tecnologia, chamada <i>Brain Machine Interface</i> (BMI), permite que a atividade natural do cérebro humano seja decodificada, tornando possível o controle, quase em tempo real, de um robô sem a necessidade de incisões na cabeça do usuário do sistema, afirmaram os institutos em comunicado divulgado à imprensa.

A idéia da tecnologia BMI é baseada em um artigo científico do pesquisador Yukiyasu Kamitani, dos Laboratórios de Neurociências Computacionais da ATR. A pesquisa permite, por exemplo, que uma mão robô possa participar de uma brincadeira de “pedra-papel-tesoura” ao acompanhar as respostas hemodinâmicas do cérebro.

Apesar de haver uma diferença de tempo de sete segundos entre o movimento do controlador e o do robô, os cientistas conseguiram uma precisão na decodificação de 85% dos gestos. A tecnologia, diferente de iniciativas atuais, não precisa de treinamento do usuário pois é capaz de traduzir diretamente a atividade cerebral relacionada a movimentos específicos de um indivíduo, divulgaram os institutos.