Rio ganha o Dia Estadual da Música Clássica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 5 de março de 2007 as 14:25, por: cdb

O Estado do Rio ganha, nesta segunda-feira, o Dia Estadual da Música Clássica. O governador Sérgio Cabral sanciona a lei na data em que o compositor Heitor Villa-Lobos faria 120 anos.

E para comemorar, foi organizada uma programação especial com 22 concertos que serão realizados em praças, igrejas e salas de música.

A cerimônia na Assembléia Legislativa terá a participação de autoridades e a apresentação do Quinteto Villa-Lobos. O público que comparecer ganhará CDs de música clássica.

A idéia de criar o Dia da Música Clássica surgiu com a iniciativa da editora Heloisa Fischer, da Viva Música!, no ano passado. Foi feita uma votação envolvendo profissionais e amantes da música clássica para escolher qual data seria escolhida para a comemoração.

O dia de nascimento de Villa-Lobos ganhou com 48,60% dos sete mil votos totais. Os compositores padre José Maurício Nunes Garcia e Antonio Carlos Gomes receberam 32,61% e 18,79% dos votos, respectivamente. E no dia 25 de janeiro de 2006, o prefeito César Maia tornou a data oficial no Município.

– Uma data estadual como essa é importante para dar mais visibilidade. Essa série de eventos possibilita o público ter acesso de uma maneira mais ampla, o que favorece a atividade musical – explicou Heloisa Fischer.

A editora contou que a média de concertos, no ano passado, foi de 144 concertos por mês. – A oferta é grande, mas o público tem dificuldades de tomar conhecimento desse volume de ofertas de qualidade. A divulgação ajuda as pessoas a se sentir motivadas a comparecer – disse Fischer.

Heloisa Fischer afirma que o próximo passo é expandir, tornando a data nacional. Para isso, vamos buscar ajuda por meio de parlamentares que apresentem um projeto de lei para ser votado, a partir de uma representatividade da classe musical.

– Esperamos que, em 2008, estejamos comemorando o Dia Nacional da Música Clássica – disse Heloisa Fischer, esperançosa.