Rio ganha centro de operações para monitorar problemas da cidade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de dezembro de 2010 as 15:05, por: cdb

>
27/12/2010Rio ganha centro de operações para monitorar problemas da cidade

Normal 0 21

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Os cariocas ganharam hoje (27) mais um instrumento para evitar que a cidade seja surpreendida por problemas causados pelos temporais, falta de luz e de água, acidentes de trânsito e deslizamentos. O Centro de Operações do Rio, instalado na Cidade Nova, vai monitorar a capital fluminense durante 24 horas e reunirá dados, de forma integrada, de 30 órgãos municipais e de concessionárias.

 

Segundo o prefeito do Rio, Eduardo Paes, com a alta tecnologia empregada, o centro será o mais moderno do mundo. Ele ressaltou a importância desse novo “quartel-general” da prefeitura para gerenciar os eventuais problemas, mas admitiu que o instrumento não tornará a cidade perfeita, nem que evitará a ocorrência de desastres naturais.

“Vai permitir no dia-a-dia da cidade um funcionamento muito melhor, os problemas que pareciam se eternizar poderão ser solucionados aqui. Numa situação de crise, as decisões também são tomadas com mais agilidade. A gente passa a contar com o Centro de Operações mais moderno do mundo, mas agora tem um período de adaptação e aprendizado”, disse.

Cerca de 400 profissionais trabalharão no local, que já conta com dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (Cet-Rio) e das concessionárias que administram os trens e o metrô (Supervia e MetrôRio) sobre a situação do trânsito na cidade e o funcionamento dos trens e metrô. Além disso, haverá um monitoramento do nível de água dos rios, imagens dos ônibus que circulam pela cidade, alertas sobre a falta de energia elétrica e problemas com a distribuição de água.

Para um melhor monitoramento dos temporais, está prevista para junho de 2011 a implantação do inédito sistema de Previsão de Meteorologia de Alta Resolução (Pmar), que poderá prever chuvas fortes com até 48 horas de antecedência. “Mas neste verão a gente só conta com os dados do Alerta Rio, que são informações melhores que as do ano passado, com uma maior precisão”, disse o prefeito lembrando que um novo radar meteorológico, com alcance de 250 quilômetros, foi adquirido pela prefeitura.

De acordo com a prefeitura, R$ 10 milhões foram investidos no projeto, que contou também com dinheiro da iniciativa privada.

 

Edição: Aécio Amado