Rio: Agricultura familiar terá R$ 2 milhões em recursos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de outubro de 2003 as 17:01, por: cdb

O Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável – Cedrus – aprovou, nesta terça-feira, em reunião extraordinária, recursos da ordem de R$ 2 milhões para a execução, ainda este ano, de projetos de infra-estrutura para a agricultura familiar fluminense.

O Cedrus, que é presidido pelo secretário estadual de Agricultura, Abastecimento, Pesca e Desenvolvimento do Interior, Christino Áureo, é a instância de representação dos assuntos da agricultura familiar no estado e conta com a participação de 24 entidades organizadas do segmento, instituições oficiais e órgãos do governo.

Durante a reunião, foram aprovados 15 projetos, beneficiando todas as regiões do estado como, por exemplo, a construção de um entreposto de beneficiamento de pescado, em Santo Antônio de Pádua, que beneficiará todos os produtores da Região Noroeste, no valor de R$ 703 mil.

Um outro projeto aprovado é o de incentivo à produção de plantas medicinais, que será implantado em Iguaba Grande, no valor de R$ 263 mil, beneficiando 11 municípios da Região das Baixadas Litorâneas.

Na Região Serrana, entre outros, foram aprovados os projetos de instalação das unidades de beneficiamento da indústria artesanal de açúcar para a produção de cachaça, rapadura, e açúcar mascavo, em Cantagalo, no valor de R$ 52 mil, e de classificação e embalagem de produtos hortícolas, no valor de R$ 126 mil, em Sumidouro e Duas Barras.

A construção de um entreposto apícola, beneficiando 140 agricultores familiares, em São Fidélis e Cardoso Moreira, no valor de R$ 85 mil, é um dos projetos aprovados na Região Norte.
De acordo com o subsecretário estadual de Agricultura, Alberto Mofati, esses recursos do Pronaf Infra-estrutura disponibilizados para o Estado do Rio de Janeiro vão possibilitar o desenvolvimento, capacitação e organização dos agricultores familiares, que são o principal foco da secretaria e de suas empresas vinculadas.

O Cedrus que se reúne, no mínimo, a cada dois meses, na sede da Secretaria estadual de Agricultura, é um espaço democrático de discussão dos problemas e encaminhamento de soluções em benefício dos agricultores familiares e considerado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário um dos mais atuantes do país.