Ricky Martin foi a maior atração da entrega dos prêmios Billboard Latinos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de maio de 2003 as 14:22, por: cdb

O astro da música latina Ricky Martin foi a maior atração da entrega dos prêmios Billboard Latinos, em sua primeira grande apresentação ao vivo após dois anos de ausência dos palcos.

Usando roupa apertada para acentuar sua imagem sexy, o cantor foi ovacionado em dois momentos pelo público presente no Miami Arena – quando recebeu o Prêmio da Estrela por sua carreira artística e seu trabalho humanitário e quando cantou Tal Vez, do venezuelano Franco de Vita.

A canção, que parece estar se dirigindo aos primeiros lugares nas paradas, faz parte do álbum Almas del Silencio, o primeiro que Ricky Martin grava inteiramente em espanhol há cinco anos e que será lançado em 37 países onde não se fala espanhol.

– O disco é dedicado às boas almas que foram violadas e às pessoas que me têm dado um pouco de calma, sobretudo em Porto Rico, onde encontro tranquilidade e coisas boas e volto a encontrar o garoto que saiu de lá aos 12 anos -, disse o cantor em coletiva de imprensa concedida após sua apresentação.

Usando calça apertada de couro, camisa preta aberta quase até a cintura e correntes finas de ouro – uma imagem muito semelhante à que mostrou em suas últimas aparições diante do público -, Ricky Martin evitou desfilar pelo tapete vermelho, como fez a maioria dos convidados ao evento, preferindo entrar pela porta dos fundos do teatro.

O artista latino mais popular do final dos anos 1990 disse à imprensa que, nos dois últimos anos, que passou afastado do mundo do show business, precisava se isolar porque estava esgotado, cansado das câmeras, das pressões, precisando mergulhar em si mesmo, encontrar paz e silêncio.

– O objetivo é continuar plantando a bandeira latino-americana; essa é uma visão que fluiu dentro de mim -, disse ele.

O cantor declarou que, além de sua música, dedica muita energia ao projeto People for the Children, voltado à proteção das crianças em todo o mundo.

– Me disseram que devo tomar muito cuidado porque há uma máfia envolvida nisso, mas eu não me importo — vou seguir adiante com o projeto -, assegurou.