ricina é encontrada em estação de trem em Paris

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 20 de março de 2003 as 19:51, por: cdb

Dois frascos com restos de ricina, um substância letal que pode ser usada com objetivos terroristas, foram descobertos em um armário da estação de trens de Lyon, em Paris, informou o Ministério do Interior francês nesta quinta-feira.

Embora as análises continuem, os testes realizados confirmam a presença de restos de ricina em uma mistura que se revelou como sendo “um veneno muito tóxico”, disse o Ministério.

A descoberta foi feita na segunda-feira (17) passada, quando a Polícia foi alertada pela Sociedade Nacional de Ferrovias Francesas (SNCF) de que em um armário havia quatro frascos (dois com pó e dois com líquido) e uma garrafa com líquido, que após analises descobriu-se ser ricina.

Há alguns meses, foram descobertos restos da mesma substância em um apartamento de Londres.

A informação é divulgada no mesmo dia em que o ministro do Interior francês, Nicolas Sarkozy, anunciou uma série de medidas de segurança devido ao início da guerra contra o Iraque, apesar de não haver dados precisos de ameaças terroristas.

Além de reforçar o plano antiterrorista “Vigipirate” e ativar um centro operacional para obter informação e coordenar a ação das forças de vigilância, em onze setores serão aplicadas medidas de segurança, que vão desde as instalações nucleares até os transportes, passando pelas redes de distribuição de gás, água e eletricidade.

A França também protegerá interesses de países envolvidos na guerra e os templos religiosos, escolas e lugares onde há muita afluência de público e onde possa haver tensões.