Ribeirão Preto terá Espaço de Convivência para Idosos através do “Projeto Quero Vida”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 16:37, por: cdb

Ribeirão Preto, 28 de Março de 2012

Ribeirão Preto terá Espaço de Convivência para Idosos através do “Projeto Quero Vida”
O “Quero Vida” será inaugurado no próximo mês; o programa visa implantar espaços de convivência para pessoas com mais de 60 anos

 

Fotos MateusZF

O “Quero Vida” será inaugurado no próximo mês pela prefeita Dárcy Vera; o programa visa implantar espaços de convivência para pessoas com mais de 60 anos

 
Mais respeito e dignidade para a pessoa idosa. É o que o Projeto “Quero Vida”, que visa implantar espaços de convivência para pessoas com mais de 60 anos, será inaugurado no próximo mês pela prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera. O programa é uma parceria do município com o Governo do Estado.

Na síntese, o “Quero Vida” apoia os municípios na implantação de espaços de acolhimento, proteção e convivência a idosos que possuem famílias sem condições de prover cuidados durante todo o dia ou parte dele. Nos espaços, o idoso terá à sua disposição atenção integral com alimentação, higiene pessoal, cultura e recreação, em um local com normas de acessibilidade, higiene e segurança. “É um programa que vai ter uma importância coletiva bastante significativa onde os nossos idosos terão atenção e cuidados especiais”, afirmou Maria Sodré, secretária da Assistência Social.

 

 

Na unidade do “Quero Vida” os idosos contarão com profissionais especializados, como auxiliares de enfermagem, nutricionistas, profissionais de Educação Física, assistentes sociais e psicólogos.

Capacidade – Com capacidade para até 50 idosos, o serviço deverá disponibilizar também atendimento de transporte para aqueles que não possam ir sozinhos ao centro e que a família não tenha condições de transportá-los.

O “Quero Vida” é um projeto inserido no Futuridade, Plano Estadual para a Pessoa Idosa, sob a coordenação da Seads, que promove ações voltadas à pessoa idosa e a sensibilização em relação ao processo de envelhecimento no Estado de São Paulo, de forma a cumprir o Estatuto do Idoso e o Plano de Ação Internacional para o Envelhecimento.