Restauradores descobrem um auto-retrato de Rembrandt

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 31 de janeiro de 2003 as 11:27, por: cdb

Restauradores de arte descobriram um auto-retrato de Rembrandt que havia sido retocado há centenas de anos para retratar um nobre russo. Várias camadas de tinta foram cuidadosamente retiradas para revelar a obra original. A pintura foi executada pelo mestre holandês em 1634, quando Rembrandt tinha 28 anos, segundo o museu Rembrandt House, em Amsterdã, na Holanda.

Provavelmente, o quadro foi retocado por um aluno de Rembrandt que reciclava os trabalhos do pintor que não tinham sido vendidos para economizar dinheiro do material.

A porta-voz do museu, Anna Broslma, afirmou que o aluno de Rembrandt adicionou brincos, cavanhaque, cabelos compridos e um chapéu de veludo para fazer com que ele se parecesse com um nobre russo.

Limpeza

As limpezas no quadro começaram em 1935. Mas o trabalho final foi executado pelo Projeto de Pesquisa Rembrandt, um grupo de acadêmicos cuja tarefa é autenticar centenas de obras feitas por Rembrandt van Rijn.

Anna Brolsma disse que um colecionador particular francês pediu ao grupo para identificar o quadro em 1995.

Apesar do auto-retrato se parecer claramente com o pintor e trazer sua assinatura, inicialmente os pesquisadores descartaram a possibilidade de ser um Rembrandt verdadeiro pois a obra não tinha a sofisticação do mestre.

Eles levaram seis anos para remover as camadas de tinta usando um bisturi.

Segundo o museu, “Rembrandt sempre teria um ou mais auto-retratos em estoque. Alguns não eram vendidos e então, os alunos reciclavam estas obras. Às vezes, o próprio Rembrandt reciclava estes quadros”.

Ainda não se sabe o quanto a pintura, de 70,8 centímetros por 55,2 centímetros, vale. Recentemente, outros quadros de Rembrandt alcançaram até US$ 30 milhões (cerca de R$ 106 milhões).