Resgate de corpo de Martinez será retomado nesta segunda-feira

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 6 de outubro de 2003 as 10:22, por: cdb

O resgate dos corpos do presidente do PTB, deputado José Carlos Martinez, e dos outros três ocupantes do avião monomotor que caiu na região do Morro de Parati, no litoral paranaense, no sábado, deverá ser retomado nesta manhã. As condições do tempo e de acesso ao local são ruins. Há muita neblina, o que dificulta a visualização.

O Corpo de Bombeiros e uma equipe de salvamento aéreo serão os responsáveis pelo resgate. A retirada dos corpos deverá ser feita por rapel, com a utilização de um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB). Como parte do avião está enterrada, o resgate deverá ser concluído na terça-feira.

No acidente, morreram também o piloto, Carlos Luiz da Luz, e dois amigos do deputado, André Surugi e João Luiz Goebel. De acordo com o porta-voz da Aeronáutica em Brasília, tenente-coronel Nebez, os trabalhos de resgate foram encerrados ontem à noite.

“A equipe conseguiu identificar duas letras do prefixo do avião, o “P” e o “R”, e também chegou a ver os corpos dentro da aeronave, mas o trabalho de resgate será mais complicado do que o previsto”, disse o porta-voz. A parte principal do avião monomotor que caiu na região de Guaratuba, litoral paranaense, e que causou a morte dos quatro, está enterrada no sopé de um dos morros na região do Rolado e Agudinho.

No final da tarde de ontem, o governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB) e o Chefe da Casa Militar do Governo do Estado, Major Anselmo Oliveira, sobrevoaram a região. De acordo com ele, inicialmente a previsão era de que os corpos fossem levados para Guaratuba, cidade mais próxima do acidente, mas com o atraso no resgate, o mais provável é que os corpos sejam removidos diretamente para o Instituto Médico legal (IML) de Curitiba.

O tenente-coronel Nebez disse que o Departamento de Investigação da Aeronáutica deverá levar, pelo menos, 90 dias para saber quais foram as verdadeiras causas do acidente.

Ele ressaltou que a investigação vai estudar os destroços da aeronave, a posição do radar e as condições meteorológicas no momento que aconteceu o acidente. Ainda não se sabe se foi uma falha mecânica ou humana.

O deputado José Carlos Martinez nasceu em São Paulo, tinha 55 anos e quatro filhos. Exercia o quarto mandato pelo Estado do Paraná. Recentemente, ocupava a presidência do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). No último ano, esteve à frente da campanha do candidato Ciro Gomes, atual ministro da Integração Nacional, à presidência da República.