Renato Gaúcho volta ao Flu e alfineta Romário

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 3 de outubro de 2003 as 11:59, por: cdb

Sobrou para Romário. O técnico Renato Gaúcho, que retornou ao comando do Fluminense nesta quinta-feira, não perdeu a oportunidade de alfinetar o Baixinho, fora do time desde 9 de agosto.

“Liguei pra ele e disse que, quando eu saí, ele estava lesionado e eu ainda voltei primeiro. Disse que se ele não voltasse, quem ia entrar para jogar ia ser eu. O Baixinho tem que se tocar”, disparou Renato, para em seguida dizer que conta com a volta do atacante o mais rapidamente possível.

“Com o Baixinho bem, o time é ele e mais dez. É o curinga que nós temos na manga. Ele está muito a fim de voltar, sabe da responsabilidade e da importância que tem para o time. E ainda vai nos ajudar muito”.

Mas as alfinetadas de Renato não se restringiram apenas ao principal jogador da equipe. Ao falar sobre o fato de ter sido muito bem recebido pelo grupo, o técnico deu a entender que os mais jovens não foram cumprimentá-lo por temê-lo.

“Assim que os jogadores souberam que eu tinha acertado, 90% foi na minha sala me abraçar. E os outros 10% eram os meninos, que, tímidos, não tiveram coragem”, comentou.

Cobrança

O meia Djair, demitido há mais de um mês pela diretoria, resolveu entrar na justiça contra o clube. Segundo nota de sua assessoria, o jogador cobra salários atrasados de julho a dezembro (o contrato ainda estava em vigor), décimo terceiro, férias, fundo de garantia e última parcela das luvas no valor de R$ 50 mil, além da assinatura de sua carteira de trabalho.