Relatório parcial sobre dossiê chega amanhã à CPI das Sanguessugas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 23 de outubro de 2006 as 22:46, por: cdb

O relatório parcial das investigações que a Polícia Federal está fazendo em Cuiabá (MT) sobre a suposta compra de dossiê contra políticos do PSDB deverá chegar, nesta terça-feira, pela manhã à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Sanguessugas. A informação foi dada, nesta segunda-feira, pelo presidente da Comissão, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), após conversar com o juiz Jefferson Schineider, responsável pelo caso.

– Nas primeiras horas de amanhã já estará aqui toda a documentação. Não só o relatório, mas os anexos relacionados à quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico, tudo que a Polícia Federal já obteve relacionado com a tentativa de compra do dossiê -, disse.

Biscaia negou que o juiz tenha dificultado o envio da documentação e informou que ele só recebeu o material da Políca Federal na noite da última sexta-feira, e achou que era preferível entregá-lo diretamente ao presidente da Comissão. Biscaia também avisou que “enquanto eu estiver na presidência, impedirei por todas as maneiras uma disputa político-eleitoral na Comissão”.

O presidente da CPMI das Sanguessugas garantiu que não haverá nenhuma reunião da comissão antes do dia 31. Desde a semana passada, tanto o vice-presidente da comissão, deputado Raul Jungmann (PPS-PE), como o sub-relator, deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) estão tentando a realização de uma reunião administrativa para esta terça.

– Não há nenhum tipo de convocação de reunião para esta semana. É absolutamente inviável e eu não vou adotar essa providência -, garantiu.

Em relação ao depoimento prestado hoje pelo empresário Abel Pereira à Polícia Federal em Cuiabá, Biscaia disse que ele está agindo para se defender.

– O Abel Pereira é um que está envolvido até a raiz do cabelo. As provas contra ele são contundentes, seguras e firmes. Ele está agindo com qualquer argumento em sua defesa -, disse.