Relatório diz que Saddam pode ter blefado sobre armas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 2 de outubro de 2003 as 10:32, por: cdb

O ex-inspetor de armas da ONU (Organização das Nações Unidas) David Kay, que está à frente da busca americana por armas de destruição em massa no Iraque, deve dizer nesta quinta-feira a políticos dos Estados Unidos o que ele encontrou até agora.

Há indicações de que ele dirá que, apesar de sua equipe ter encontrado evidências de atividades suspeitas, ainda não há provas de que Saddam Hussein tivesse armas de destruição em massa.

Segundo pessoas com acesso à investigação, os vestígios de atividades suspeitas encontradas pela equipe de Kay passam pela descoberta de equipamento científico cujo uso não foi esclarecido e documentos indicando planos para aumentar o alcance de mísseis.

Há relatos, ainda, de que Kay acredita que Saddam Hussein blefou, fingindo possuir armas só para tentar escapar da ameaça de invasão americana.

Casa Branca

A Casa Branca deve ressaltar que todas as descobertas reveladas nesta quinta-feira ainda não são definitivas, diz Justin Webb, correspondente da BBC em Washington.

Para o governo americano, as conclusões apresentadas agora por Kay não determinarão se o Iraque tinha ou não armas de destruição em massa antes da guerra.

Depois de três meses de trabalho desenvolvido pela equipe liderada por David Kay, as descobertas estão distantes do esperado pelo governo de George W. Bush, diz Webb.

Kay é consultor especial da agência de espionagem americana, a CIA, para a busca de armas.

O risco que essas armas representariam aos Estados Unidos e seus aliados foi uma das principais justificativas para a guerra no Iraque.

Kay participará de reuniões de dois dias sobre o assunto no Congresso dos Estados Unidos.