Relações com os EUA são favoráveis, diz assessor de Lula

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de outubro de 2003 as 14:44, por: cdb

Em meio aos sucessivos apelos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo fim das barreiras protecionistas impostas pelos Estados Unidos ao Brasil, o assessor especial do presidente brasileiro para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, disse nesta terça-feira que as relações do Brasil com os EUA “nunca estiveram tão favoráveis” como agora. Segundo Garcia, as relações entre os dois países às vezes parecem “alteradas” devido às diferenças no comércio internacional, mas ele garantiu que nunca um clima tão favorável havia marcado as negociações.

Na manhã desta terça-feira, Lula discutiu com o presidente da Internacional Socialista, Antonio Guterrez, a necessidade de se ampliar o diálogo com os setores políticos norte-americano sobre os principais problemas da ordem política internacional. A interlocução com os EUA, segundo Garcia, pode ser feita por meio de fundações vinculadas ao partido democrata. Mas isso não significa, garantiu Marco Aurélio, que o governo brasileiro esteja apoiando o partido democrata dos EUA.

O presidente da Internacional Socialista admitiu durante o encontro com o presidente Lula que o reordenamento internacional não pode ser feito sem a participação dos Estados Unidos, devido ao grande peso político e econômico daquele no cenário mundial.