Regularização de terras públicas exige modernização de vários setores, diz representante do governo 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de março de 2011 as 15:05, por: cdb

O Brasil tem hoje o desafio de estruturar os órgãos ligados à questão fundiária para que tenham equipes capacitadas para fazer vistoria e análises de campo em terras públicas, como forma de agilizar e simplificar o processo de regularização. Esse esforço também envolve a modernização do sistema cartorário brasileiro no que diz respeito a custos e instalação de equipamentos, com a participação dos governos federal, estadual e do próprio Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra)

A observação foi feita pelo representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Adhemar Lopes de Almeida, durante audiência pública na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), já encerrada, que debateu a regularização e o reordenamento fundiário do Brasil.

O debate foi o primeiro de uma serie de palestras, seminários e painéis que serão promovidos pela comissão neste ano e em 2012, sempre as sextas-feiras, com a participação de especialistas para debater temas relacionados ao agronegócio, como transporte, comercialização, segurança alimentar, entre outros. A iniciativa é do presidente da CRA, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que também presidiu o debate de hoje, o qual contou com a participação da senadora Ana Amélia (PP-RS).  

Mais informações a seguir

Da Redação / Agência Senado