Regina do Prosasen se livra da demissão e é apenas suspensa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de julho de 2001 as 16:10, por: cdb

O presidente da Comissão de Ética do Senado, Edison Lobão, preferiu apenas suspender a servidora Regina Peres Borges por 90 dias, junto com os outros servidores que ajudaram os ex-senadores Antonio Carlos Magalhães e José Arruda a fraudar o painél do Senado.
Sem unidade na Mesa Diretora, Lobão decidiu chamar os líderes para tratar do assunto e dividir com os pares a decisão de mantê-la nos quadros da Casa.

Como presidente interino, o senador maranhense, com planos de virar governador do seu estado, não quer passar a idéia de que aliviou a situação de funcionários que descumpriram a legislação, mas também não quer sair com fama de “carrasco”.