Rebelião em presídio de São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 11 de novembro de 2002 as 00:06, por: cdb

Três carcereiros do presídio de Franco da Rocha estão sendo mantidos como reféns. Cerca de 300 presos estão rebelados desde às 18h30. O motivo da rebelião seria uma briga entre duas facções.

Os rebelados colocaram fogo em vários colchões. Três carros do Corpo de Bombeiros estão no local.

Segundo informações do coronel da Polícia Militar, Vanderlei Mascarenhas, dadas em entrevista à rádio CBN, a situação está sob controle e os reféns não sofreram qualquer tipo de violência.

O coronel disse ainda que há informação de que houve duas ou três mortes no conflito entre a Seita Satânica e o Comando Revolucionário, que disputam a liderança no presídio.

Ele não soube dizer a idenficação dos presos mortos. De acordo com Mascarenhas, os presos estariam armados com facas e revólveres.

A diretoria do presídio negocia com os detentos a liberação dos reféns.