Realizada reunião com o setor produtivo Publicada em 02/03/2012 às 12:03

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de março de 2012 as 10:06, por: cdb

Foto: Agnaldo Silva
Prefeito falou da contribuição da UFBA praa Camaçari

Com a implantação do campus da UFBA (Universidade Federal da Bahia), Camaçari dará um passo significativo na qualidade da educação e também no desenvolvimento da cidade, proporcionando mais conhecimento acadêmico, qualificação da mão de obra e, consequentemente, mais oportunidade para os moradores do Município.

Para tornar esse processo mais democrático, a Prefeitura de Camaçari promove um ciclo de audiências públicas para definir, junto com a sociedade civil, sobretudo os estudantes, os cursos que serão oferecidos no campus da UFBA.  

A primeira audiência aconteceu na manhã desta sexta-feira (02/03), no auditório 4 da Cidade do Saber, e contou com as presenças do prefeito Luiz Caetano, do coordenador da comissão de implantação da UFBA e vice-reitor da instituição, Luiz Rogério Bastos, além de integrantes da comissão municipal de implantação da universidade. 

A primeira reunião foi destinada ao setor produtivo de Camaçari e região, a exemplo do segmento empresarial e comercial e do Cofic (Comitê de Fomento Industrial de Camaçari). 

Para o aluno da Escola Estadual José de Freitas Mascarenhas, Silas Silva, 17 anos, a iniciativa da Prefeitura é valida, “pois torna o debate mais amplo”. De acordo com o estudante, “essa é a melhor maneira de conhecer os verdadeiros anseios da população”.

Além de cursar o 3º ano do ensino médio, o estudante se prepara para a faculdade freqüentando também o cursinho pré-vestibular. Ele almeja ingressar no curso de Teatro, mas tem como segunda opção a graduação em Letras. “Será maravilhoso se um desses cursos fizer parte da grade do campus da UFBA de Camaçari”, disse.

Na avaliação de Vanila Araújo, 18 anos, aluna do colégio Dom Pedro II, ter uma universidade conceituada como a UFBA no Município “é um diferencial para a educação da população”. 

A adolescente, que tem o desejo de ter uma graduação em Música, torce também para que cursos como Direito, Medicina e Informática estejam inseridos no Campus do Município.

Ao todo, a Prefeitura irá realizar três audiências. O segundo encontro será no dia 7 de março, às 9h, no auditório da Escola Municipal Marquês de Abrantes, em Vila de Abrantes, na orla. A última audiência acontece no dia 9 de março, no mesmo horário, no auditório da Segov (Secretaria do Governo), na Prefeitura.