Realização de lucros baixa um pouco o preço do petróleo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de abril de 2006 as 10:44, por: cdb

Os preços internacionais do petróleo abriram a semana em baixa, nesta segunda-feira, em dia de realização de lucros após as altas recordes da semana passada. O contrato futuro do petróleo em Londres para entrega em junho caía, às 9h53 (horário de Brasília) US$ 0,56, para US$ 74,01, após atingir na sexta-feira o recorde de US$ 74,79 o barril. Em Nova York, o preço declinava US$ 0,29, para US$ 74,88 o barril.

Sem alteração

Para o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, o país não tem porque mudar a meta de taxa de inflação dos atuais 4,5% para este ano e o próximo, apesar da alta recorde nos preços do petróleo.

– Não se discute a mudança da meta de inflação no Brasil devido aos preços do petróleo ou de qualquer outra commodity. É 4,5 por cento para 2006 e 4,5 por cento para 2007 e não há discussão sobre mudar isso – disse Meirelles a jornalistas do lado de fora das reuniões trimestrais do Fundo Monetário Internacional e Banco Mundial, neste domingo.

Com a auto-suficiência garantida, sem se importar com os sucessivos recordes do preço do petróleo no mercado internacional, a Petrobras, responsável por quase toda a produção de gasolina e diesel no país, afirmou recentemente que vai manter a política de não repassar os preços imediatamente ao consumidor. O último ajuste foi em setembro do ano passado.