Rafael Marques assumirá presidência do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de novembro de 2012 as 18:51, por: cdb

Rafael Marques assumirá presidência do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

A partir de sábado, Sérgio Nobre deixa o comando da entidade para dedicar-se exclusivamente à Secretaria Geral da CUT

Por: Redação da Rede Brasil Atual

Publicado em 27/11/2012, 20:44

Última atualização às 20:50

Tweet

Sérgio e Rafael anunciaram decisão em assembleia realizada nesta terça (27) na Mercedes-Benz (Foto: Paulo de Souza/SMABC)

São Paulo – O vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, assumirá o comando da entidade a partir do próximo sábado (1º). Ele vai substituir Sérgio Nobre, que pretende se dedicar exclusivamente às atividades de secretário-geral da CUT, cargo para o qual foi eleito em julho. “Tem sido muito difícil conciliar as duas tarefas”, explicou Sérgio. “Demandas como o fim do fator previdenciário e do Imposto de Renda na PLR (participação nos lucros ou resultados), a proteção ao emprego e a defesa da indústria farão parte do meu trabalho diário na secretaria-geral da central”, acrescentou o dirigente. O mandato da atual diretoria se estende até 2014.

Em assembleia realizada hoje (27) diante da fábrica da Mercedes-Benz, em São Bernardo do Campo, Sérgio agradeceu aos trabalhadores e pediu apoio ao novo presidente. O sindicalista entrou na empresa em 1986. Foi integrante da Cipa e coordenador da Comissão de Fábrica. Já Rafael, paulistano nascido em 1964, é funcionário da Ford de São Bernardo também desde 1986. Naquele ano, entrou na montadora como eletricista de manutenção, e mantém a função até hoje.

Após ser demitido em 1990, durante a chamada greve dos “golas-vermelhas” (referência à cor do colarinho no uniforme dos funcionários da ferramentaria e da manutenção), Rafael foi reintegrado e, no ano seguinte, se elegeu cipeiro. Posteriormente, esteve na Comissão de Fábrica e no Comitê Sindical. No sindicato, foi diretor de base e secretário-geral. Foi eleito vice-presidente em 2008, na chapa encabeçada por Sérgio, e reeleito em 2011. Militante do PT, é vice-presidente estadual do partido desde 2009.

Rafael é casado, tem um filho e dois enteados. Torce pelo Corinthians, enquanto Sérgio é palmeirense. “Eu me sinto seguro em assumir essa tarefa porque temos uma direção preparada, que recebe informações consistentes do chão de fábrica. Esse conhecimento que a representação no local de trabalho nos passa é o diferencial do nosso sindicato”, declarou.

 

Comments are closed.